• eloyrusafa

Tratamento da Hérnia de Disco Lombar

Atualizado: Ago 17

Todos sabemos, eu médico e meus pacientes, como é angustiante receber a notícia: "Você tem uma hérnia de disco". A primeira pergunta que vem a cabeça é: vou precisar operar? A resposta nem sempre é a mesma, aquela que te atrai: "tratamento da hérnia de disco sem cirurgia". A resposta é: depende. Há quanto tempo você tem a dor? O que você já fez para tratar a dor? Fisioterapia, tomou medicação, acupuntura, quiropraxia, osteopatia, dentre outras alternativas? Como está sua qualidade de vida com a dor? O que foi achado na ressonância magnética junto com a hérnia? Qual a minha clínica - somente dor nas pernas ou há componente de dor importante na região lombar? Tenho dificuldade de movimentar as pernas e o pé?

Antes de considerar a cirurgia, 8 a 12 semanas com tudo que tem direito (fisioterapia, medicações, etc) é considerado o tempo adequado para tratamento clínico. Após este período a qualidade de vida do paciente fica muito comprometida. Óbvio que depende também do quanto a dor melhorou. Por isso costumo aplicar no meu consultório questionários que me permitem acompanhar a evolução do paciente após iniciado o tratamento. O questionário mais consagrado no mundo é o Oswestry e ele permite avaliar bem o impacto da dor na vida do paciente.

Os achados da ressonância magnética também são importantes para considerar o tratamento adequado. Quando há escorregamento entre as vértebras junto com a hérnia de disco, ou sinais de inflamação das articulações, mediante uma clínica de dor nas costas importante, uma artrodese pode ser considerada ou mesmo uma artroplastia, se o doente for jovem. No entanto, nas compressões por hérnia de disco sem sinais de instabilidade, o tratamento apenas com a retirada da hérnia de disco é, na maioria das vezes, o mais adequado. Por isso o médico deve sempre ser consultado. Abaixo seguem alguns casos meus: caso sem escorregamento e agudo, com hérnia extrusa (que sai em grande quantidade pra fora do local do disco),tratado com retirada endoscópica ou minimamente invasiva da hérnia e caso em que havia protrusão lombar, com alteração no estudo dos nervos e acentuação da dor quando o paciente fica em pé, já com 2 anos de dor incapacitante e sem resposta ao tratamento clínico.



Hérnia de Disco extrusa em paciente com ciática em perna esquerda - O tratamento deste paciente foi apenas com retirada da hérnia por técnica de endoscopia, ou minimamente invasiva, pois o quadro era agudo e o paciente não apresentava dores nas costas.




Abaixo, imagem de paciente com hérnia protrusa que apresentava alteração na eletroneuromiografia ou estudo dos nervos na perna e dores incapacitantes há 2 anos, sem resposta ao tratamento clínico. Esse paciente, por ser jovem, foi tratado com prótese discal lombar que objetiva preservar os movimentos em pacientes jovens e evitar degeneração do nível de cima de onde foi realizada a cirurgia. Isto ocorre em 10 a 20% dos pacientes submetidos a artrodese ou fixação da coluna.



Coloque suas dúvidas e perguntas sobre hérnia de disco e sobre o uso de cada uma das técnicas, peça sugestão de posts a atualidades sobre tratamento de diferentes doenças na coluna. Será um prazer responder.

4 visualizações

Horário de Atendimento:

De Segunda a Sexta-feira

das 08:30 às 17:30hs

(11) 3051 2543

(11) 94120-6103

Localização:

R. Desembargador Eliseu Guilherme, 200

Cj. 601/603 - Edifício Paese Salsano - Paraíso - São Paulo  SP - CEP: 04004-030

Dr. Eloy Rusafa -  Todos os direitos reservados. © 2016