• Dr. Eloy Rusafa

Hidrocefalia: Pré-operatório, Pós-operatório e Recuperação


A avaliação do pré-operatório de hidrocefalia deve ser rigorosa para esclarecer a causa dela. A história clínica e exame físico são fundamentais bem como a ressonância Magnética. Sem estes não é possível oferecer o melhor, nem tão pouco dar possibilidades distintas de tratamento.

Todo armamento cirúrgico é importante e os recursos devem estar disponíveis

  • Válvula de boa qualidade;

  • Câmera ou endoscópio e material de vídeo adequado;

  • As pinças adequadas.

A recuperação em geral é rápida e os benefícios da cirurgia são notados de imediato: como redução dos sintomas, redução do tamanho da cabeça e, muitas vezes, melhora nos parâmetros do desenvolvimento neuropsicomotor podem ser notadas já com 1 mês após o tratamento.

Os pontos são retirados após 14 dias da cirurgia e o início do estímulo com fisioterapia deve começar rapidamente.

É muito importante os pais e pacientes ficarem atentos aos sintomas de complicações das cirurgias de válvula e terceiroventriculostomia, já que as complicações não são tão infrequentes:

  • Retorno da hidrocefalia: por vezes há obstrução da derivação, já que este é um sistema de canos para drenagem e os sintomas de hidrocefalia retornam.

  • Do mesmo modo ocorre após a endoscopia para terceiroventriculostomia:

  • Infecção: sintomas como febre, prostração (criança mais amuada) e retorno dos sintomas de hidrocefalia devem chamar a atenção para a possibilidade de infecção e o médico deve ser comunicado imediatamente. Ele tomará as providências como coleta do liquor da espinha ou do ventrículo para diagnóstico da infecção. Lembrando que esta ocorre em cerca de 6% dos casos, tem importante impacto no desenvolvimento neuropsicomotor e deve ser tratada de imediato e da maneira mais apropriada.

  • Mal funcionamento intermitente da derivação, o paciente pode ter sintomas de hidrocefalia de maneira intermitente, ou seja, por vezes está muito bem, por outras começa a ter sintomas da doença. Isto pode ocorrer porque a válvula obstrui e desobstrui nestes períodos ou porque o paciente apresenta sintomas decorrentes de hipotensão liquórica ao levantar-se (quando o paciente se muda de posição há um aumento agudo da drenagem e sintomas decorrentes desta – efeito sifão), ou mesmo porque o tipo de válvula colocado não é o mais adequado para aquele paciente.

Dr. Eloy Rusafa Neurocirurgião Especialista em Coluna Instituto Neurospine Telefones: (11) 3051-2543 e (11) 97607-9728 Site: www.dreloyrusafa.com

Atendimento de todos os planos de saúde por reembolso. Agende uma Consulta.

#Hidrocefalia #Neurocirurgião #Hidrocefaliacongênita

14,104 visualizações

Horário de Atendimento:

De Segunda a Sexta-feira

das 08:30 às 17:30hs

(11) 3051 2543

(11) 94120-6103

Localização:

R. Desembargador Eliseu Guilherme, 200

Cj. 601/603 - Edifício Paese Salsano - Paraíso - São Paulo  SP - CEP: 04004-030

Dr. Eloy Rusafa -  Todos os direitos reservados. © 2016